quinta-feira, fevereiro 24, 2011

Ferramentas para testes técnicos em Java EE

Aplicações Java EE impõe fortes desafios aos times de testes, qualidade e arquitetura de aplicações. Além dos inúmeros aspectos funcionais a serem observados, devemos observar também elementos técnicos de qualidade interna e qualidade externa tais como desempenho, usabilidade, segurança ou manutenibilidade.
Sabemos que ferramentas isoladamente não resolvem problemas complexos, mas uma vez que você tenha um método simples e eficaz para endereçar um problema, podemos aumentar a eficiência do método com ferramentas eficientes. Neste contexto, destacamos aqui algumas ferramentas que podem apoiar o seu trabalho em testes técnicos na plataforma Java EE.
Ferramentas para testes técnicos Java EE
  • Testes de acessibilidade - O portal DaSilva (http://www.dasilva.org.br) realiza testes de acessibilidade a partir dos padrões WCAG e eGOV. Além disso, o portal também disponibiliza uma ferramenta para download para testes em Intranets.
  • Testes de desempenho - O Apache JMeter é uma ferramenta para testes de carga, estresse e maturidade de páginas Web, filas JMS, pool de conexões JDBC e outros objetos Java EE. Robusta e madura, possui diversos tipos de gráficos e análises estatísticas de confiança. Recomendo também uma extensão simples do JUNIT chamada JUNITPerf, para testes de caixa branca de desempenho ou vazão (thoughput).
  • Testes de instrumentação de códigos e servidores - O Eclipse TPTP realiza testes de instrumentação de código (profiling), que permite análise em nível de caixa branca (métodos Java) o uso de CPU, consumo de memória, vazamentos de memória e mesmo contenções de threads. Muito robusto ele gera inclusive diagramas UML2 de sequência dinamicamente a partir da interação com o servidor de aplicação alvo.
  • Testes de cobertura - Recomendo novamente o Eclipse TPTP, que permite analisar que linhas, métodos e classes foram cobertas durante um determinado tipo de teste. A ferramenta indica linhas virgens e também permite montar histogramas das seções e métodos mais usados durante teste de aceite do usuário.
  • Testes de automação Web - A plataforma Selenium realiza a automação de testes na Web através do conceito de gravação automatizada, extensão dos códigos gerados e reprodução. Os scripts gravados podem ser incluídos em suítes do JUNIT e ser também colocados em processos de integração contínua. O TPTP também possui uma ferramenta neste sentido, embora um pouco mais complexa para operação que o Selenium.
  • Testes de interoperabilidade - Ferramentas como o jMOCK ou o EasyMock permitem que simulemos recursos como programas de terceiros para que possamos fazer testes fim a fim mesmo antes que estes programas estejam prontos. Estas ferramentas são baseadas no conceito de “dublês” e simulam literalmente o comportamento de um recurso a ser integrado. Este tipo de tecnologia também é util em grandes projetos quando times estejam construindo módulos que requeiram grande integração. e que ainda não estejam prontos.
  • Testes de manutenibilidade - O Metrics é um plugin simples para Eclipse que faz análises diversas de código e extrai métricas universais de qualidade como por exemplo a complexidade ciclomática. Em resumo, ela responde a pergunta se o seu código é manutenível ou não. Uma outra ferramenta de livre acesso neste sentido é o SourceMonitor, que também traz gráficos diversos de análise como gráficos de histogramas e diagramas de Kiviat (gráficos polares) para análises executivas de qualidade.
Caso você conheça alguma outra ferramenta de teste técnico para Java EE, deixe aqui a sua opinião ou comentário.
Pensamento do dia: Amplius juvat virtus, quam multitudo (Mais vale a qualidade que a quantidade)

Nenhum comentário: