quinta-feira, janeiro 06, 2011

Gestão de Projetos de TI - I: Considerações Finais

Esse primeiro tutorial abordou os incentivos econômicos e financeiros que regulam as relações entre:
  • Investidores e empresas que atuam em mercados ligados à informação;
  • Fornecedores e clientes finais de bens da informação (onde as relações são mediadas pelo uso intensivo de TI).
Com efeito, procurou: discutir e enfatizar o conceito e importância da geração de valor (seção 2); relacionar este conceito com as principais dimensões econômicas que afetam o retorno sobre investimentos (seção 3); discutir a importância das Demonstrações Contábeis na modelagem e avaliação de projetos (seção 4); destacar a importância de ferramentas necessárias ao dimensionamento e estratégia econômica da operação (seção 5); entender quais aspectos são relevantes na exposição de projetos à linhas de crédito (seção 6).

O segundo tutorial da série, objetiva apresentar modelos e instrumentos amplamente empregados nos processos de avaliação de projetos.

Por fim, o terceiro tutorial da série, parte dos conceitos e técnicas apresentadas nos dois primeiros tutoriais para discutir sumariamente o Case I-Phone da Apple.

Referências
  1. ASSAF NETTO, A. Finanças corporativas e análise de valor. São Paulo: Atlas, 2002.
  2. BLANARU, A.; TELES, E. L. Estudo sobre a avaliação de empresas diante das condições de incerteza das premissas: análise probabilística gerada por simulação de Monte Carlo como auxílio ao processo decisório.
    Disponível em: <http://www.investsul.com.br/textos_academicos.asp>.
    Acesso em: 23 nov. 2006.
  3. CARTON, D. W.; PERLOFF, J. M. Modern industrial organization. New York: Pearson Addison Wesley, 2005.
  4. COPELAND, T. E.; KOLLER, T.; MURRIN, J. Avaliação de empresas - valuation: calculando e gerenciando o valor das empresas. Tradução Allan Vidigal Hastings. 3. ed. São Paulo: Makron Books, 2002.
  5. COPELAND, T. E.; WESTON, J. F. Financial theory and corporate policy. 3rd ed. Reading: Addison-Wesley, 1992.
  6. DAMODARAN, A. Finanças corporativas: teoria e prática. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2004.
  7. EHRLICH, P. J.; MORAES, E. A. Engenharia econômica: avaliação e seleção de projetos de investimento. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2005.
  8. FERGUSON, C. E. Microeconomia. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1999.
  9. HELFERT, E. A. Técnicas de análise financeira. 9. ed. Porto Alegre: Bookman, 2000.
  10. KERZNER, H. Gestão de projetos: as melhores práticas. Porto Alegre: Bookman, 2002.
  11. PINDYCK, R. S.; RUBINFELD, D. L. Microeconomics. São Paulo: Makron Books, 2002.
  12. POMERAZ, L. Elaboração e análise de projetos, São Paulo: Hucitex, 1985.
  13. PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. Um guia do conjunto de conhecimentos em gerenciamento de projetos – guia PMBOK. 3. ed. Newtown Square: PMI, 2004.
  14. ROSS, S. A.; WESTERFIELD, R. W.; JAFFE, J. F. Administração financeira: corporate finance. Tradução Antonio Zoratto Sanvivente. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2002.
  15. RUTH, G. E. Empréstimos a pessoas jurídicas. São Paulo: IBCB, 1991.
  16. SHAPIRO, C.; VARIAN, H. R. Information rules. Massachusetts: Havard Business School Press, 1999.
  17. VARIAN, H; FARREL, J.; SHAPIRO, C. The economics of information technology. Cambridge: Cambridge University Press, 2004.
  18. VARIAN, H.R. Microeconomia: princípios básicos. Rio de Janeiro: Campus, 2003.
  19. WOILER, S.; MATHIAS, W. F. Projetos: planejamento, elaboração e análise. São Paulo: Atlas, 1996. 294 p.

Nenhum comentário: